sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Happy New Year!!





Quero desejar a todos um feliz ano novo!! Muita saúde, paz, amor... E que todos os sonhos sejam concretizados!!!

Beijos!

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

How I wish...









Só algumas coisinhas que me encantam...

Vices Et Vertus

Eu editei esse vídeo pra SAC do meu colégio, VICES ET VERTUS.
O nosso tema abordava marginalidade, prostituição, consumo de drogas, menores abandonados... Violência em geral.

Como todo mundo achou o vídeo mega tenso, resolvi postar aqui... =)

video

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Dica do dia - Fallen by Lauren Kate

Juro que ja escrevi essa postagem mais de mil vezes e sempre da erro!!
Mas como eu nao desisto facil, vou tentar mais uma vez.
A dica do dia hoje vai para o livro "Fallen", Lauren Kate.



Ganhei esse presente de uma amiga e estou adorando.
Sabe aqueles livros que voce começa a ler mas nao consegue parar? Pronto.

"Fallen" conta a historia de Luce, de 17 anos, é uma nova estudante de Sword & Cross (Espada e Cruz), um internato em Savannah, Georgia. O namorado de Luce morreu em circusntancias suspeitas, e ela carrega a culpa de sua morte enquanto se move pelos corredores pouco amistosos de Sword & Cross, onde cada estudante parece ter uma história desagradável. Mas ao conhecer Daniel, um bonito estudante, Luce sente que há uma razão para estar lá - ainda que ela não sabe qual é.
Daniel é um anjo caído, condenado a se apaixonar pela mesma garota a cada 17 anos ... e vê-la morrer.

Dizem que se parece um pouco com a saga "Twilight". Sinceramente? Nao acho que tenha nada a ver. (Odeio essa saga profundamente hehehehe)

A Disney comprou todos os direitos de Fallen e esta produzindo o filme. Mas achei um trailler pra voces (vale salientar que como o filme ainda esta em fase de negociaçao, pode haver alteraçoes).

video

Espero que gostem!! Beijos

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Música do dia

Estou apaixonada pelo cover que Boyce Avenue fez de " Don't Stop Believing" - Journey.

Boyce Avenue sempre faz os melhores covers!! Prometo que vou tirar um dia para falar sobre essa banda!! ( Hoje nao da, porque eu sem querer desconfigurei meu teclado hehe)



video



Espero que gostem!!
Beijos.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Are we human? Or are we dancer?

Confesso que estou com um pouco de ciúmes de fazer esse post... Eu sou assim mesmo, tenho ciúme musical.
Mas não iria conseguir ficar muito tempo sem falar dessa banda que amo de paixão : The Killers.

The Killers é uma banda de rock alternativo que surgiu nos Estados Unidos no ano de 2002.
Formada porBrandon Flowers, Dave Keuning, Ronnie Vannucci e Mark Stoermer.

Eu adoro em especial pelo fato de ter umas batidinhas do tipo anos 80 com rock.
Minhas músicas preferidas são: When You Were Young, Mr. Brightside, Human, Somebody Told Me, Smile Like You Mean It...

Algumas curiosidades :
- Em algumas entrevistas, os membros da banda revelaram que as músicas "Leave The Bourbon On The Shelf", "Midnight Show" e "Jenny Was a Friend of Mine" formam a chamada "Trilogia da Morte". As letras dessas três canções falam de uma adolescente chamada Jennifer que é estrangulada pelo seu namorado ciumento.

- A banda foi vítima de algumas catástrofes. Eles passaram por um terremoto durante as gravações de "Believe Me Natalie", por um incêndio para chegar ao estúdio e gravar "Change Your Mind" e, quando voltavam da turnê britânica, o motor do avião em que estavam parou e eles começaram a descer em queda livre.


E agora, vou mostrar esse vídeo pra vocês... Eu sou completamente apaixonada, louca, alucinada por esse show. E desde que o vi, passei a sonhar com um show de The Killers.
A produção é simplesmente perfeita!
video

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

I'm in love with...

Por acaso encontrei esse vídeo no youtube e me apaixonei perdidamente.
Vocês vão entender o porquê.
video

Não é linda?? E a voz?? Aiii... Amei!! Estou #inlove por ela!!

E vocês, o que acham? A Connie Tolbot é fofa ou não é? hehehe

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Beautiful inside...

Às vezes a única coisa que desejamos é que nossa vida seja como um filme. O final feliz é indispensável.
Passamos a idealizar momentos, pessoas, sentimentos... Pensamos não só uma vez antes de falar ou fazer, mas várias.
Pensamos tanto que muitas vezes deixamos as oportunidades passarem, coisas boas acontecerem e pessoas especiais entrarem na nossa vida.
Fechamos a porta do nosso coração e afirmamos para nós mesmos: "Ninguém nunca mais me fará sofrer".
E todo final de ano é assim. Dezembro parece que é o mês das recordações. Tudo que fizemos durante o ano todo começa a passar pela nossa mente como um filme. E daí passamos a não ser mais personagens, mas espectadores da nossa própria vida.
Mas cadê o final feliz? Começamos a ver que algo deu errado. Não só algo, mas várias coisas. Eu errei aqui, ali, com essa pessoa, nesse dia... Eu não deveria ter feito isso.
A verdade é que só paramos para pensar nisso no final do ano. Como se a vida fosse contada em anos e como se estes fossem os mais importantes.
Mas a vida não deve ser contada em anos, mas em segundos, milésimos, frações de tempo.
E por que to dizendo isso tudo?
Simples.
Na verdade, simples demais.
Eu comecei 2010 fazendo mil e uma promessas. Vou mudar esse meu jeito, vou ser uma nova pessoa, não vou fazer tal coisa...
E fechei não só a minha mente, mas também o meu coração.
Posso dizer que 2010 não foi o meu melhor ano, mas foi o ano em que eu conheci a melhor pessoa.
E saber que faz um ano desde que ela entrou na minha vida... Como o tempo passa!!

Quem eu menos queria, hoje eu quero mais que tudo.
Quem eu menos esperava que fosse, hoje é.
Quem eu menos desejava, hoje é meu maior desejo.
Quem eu não amava, hoje mais que eu mesma.

E esse alguém é você, Franco.
Só você.
Eu não espero que ninguém tenha interesse em ler isso, em opinar, em achar bonito ou feio.
A única coisa que eu quero que você saiba é que eu amo você com todas as minhas forças.
Desculpa, obrigada, desculpa, obrigada, obrigada, obrigada...
Estamos eternizados.

13/12/2010

sábado, 11 de dezembro de 2010

The Beatles - Mensagens Subliminares

Eu já havia prometido faz um certo tempo que ia tirar um dia para postar apenas sobre as mensagens subliminares dos Beatles.
Então, aí vai.
Esse é um assunto viciante! Digo isso porque ano passado eu ficava aulas e aulas conversando com minhas duas amigas beatlemaníacas (vulgo Juliana e Bia) discutindo a ideia : "Existe um segundo Paul?"
Você deve não ter entendido isso que falei agora, por isso irei te explicar detalhadamente!

Aviso 1 : Eu não inventei nada sobre essas mensagens. Apenas vou repassar o que eu já sei.
Aviso 2: Você só acredita no que quer!


* A SUPOSTA MORTE DE PAUL MCCARNTEY

Surgem rumorer de que Paul Mcartney teria morrido em 1966 em um acidente de carro. Nessa época, os Beatles "lideravam" o mundo.
Com a morte de Paul, os Beatles iriam sofrer momentos conturbados, visto que afetaria todo o grupo e o sucesso da época. A gravadora Capitol ocutou o fato e colocou um sósia no lugar de Paul: William Campbell.
John Lennon não teria aceitado essa substituição e começou a espalhar mensagens subliminares nas capas dos discos, músicas e fotos.
Começa então o questionamento "PAUL IS DEAD?". Muitos afirmam que isso foi apenas mais uma das grandes jogadas de marketing. Outros, preferem acreditar que Paul está realmente morto e que quem o substitui é um sósia.
Vamos analisar os fatos:




Essa é a capa do disco "Abbey Road", de 1969. Dizem que significa um Funeral. Os 4 Beatles, andando em fila, simbolizam a procissão de um enterro. John , de branco, seria o padre; Ringo, de preto, o agente funerário; Paul é o morto, e Harrisson seria o coveiro. Paul é o único descalço. Na Inglaterra, os mortos são enterrados descalços. Paul também está segurando um cigarro na mão direita. Mas ele é canhoto. Erro do sósia? Note o carro na rua. Um carro parece vir em direção a Paul. Mas como os ingleses diriegem do lado esquerdo, parece que o carro já seguiu em frente. Note também um carro de polícia entre John e Ringo. O que dá a entender que está atendendo a algum ocorrido, como um acidente de trânsito.
Também tem o fusca na foto. Observe a placa:



LMW 28IF. Essa abreviação poderia significar "Linda McCartney Weeps" (Linda McCartney Chora) ou "Linda McCartney Widow" (Linda McCartney Viúva). Lembrando que Linda era a esposa de Paul. O 28IF seria "28 years IF alive", o mesmo que 28 anos SE vivo.

Ainda sobre o "Abbey Road", temos outra foto que faz parte do disco.


Perceba que antes do nome "Beatles" aparece um numeral três (esses furinhos pretos aí). Lembrando que antes da "morte" de Paul, eram 4 beatles.

Outra capa cheia de mensagens subliminares é a do disco "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" - 1967.

Os elementos dessa capa mostram um funeral.
Abaixo dele há um arranjo de flores amarelas, com a forma de um contra baixo, de canhoto, que seria de Paul O Contra-baixo de Canhoto.



O Local do Enterro - Observe que no final da palavra "Beatles" está a letra "o" (composta por flores vermelhas), formando assim a frase "Be at Leso" (Está em Leso), nome do suposto local onde estaria enterrado Paul.


Se colocarmos um espelho no meio da palavra "HEARTS", que está escrita no bumbo, aparece "HE DIE", ficando a frase "LONELY HE DIE", o mesmo que "Solitário, ele morre".



Observe também na capa do disco que um homem coloca a mão sobre a cabeça de Paul (o de azul). Como se tivesse o abençoando. ( como se estivesse morto)

Agora, algo que rende comentários nessa capa. A presença de Aleister Crowley.

Guru satanista - conhecido como "A Besta".

No álbum "Magical Mystery Tour" - 1967 - No final da música "Strawberry Fields Forever" se ouve ao fundo John Lennon dizer "I buried Paul" (eu enterrei Paul). Eu juro que escuto!! Faltando uns 9 segundinhos... É um som bem distorcido. E eu não escuto o Paul. Só "I burried".



E você, nota alguma diferença entre Paul e o sósia?





Agora nas músicas:

Lucy In The Sky With Diamonds- Dizem que é uma referência ao LSD, droga muito usada nos anos 60.

Revolution 9"- A música "Revolution 9" (tradução: revolução 9), do "Álbum Branco", entre os sons de sirenes, gemidos de crianças, grunhidos de porcos e metralhadoras, ouve-se: "number nine" que, ao contrário ('backward masking') fala: "Turn me on DEAD man" (tradução: Excite-me homem morto).

"Hey Jude" - A música "Hey Dude" (tradução:"Ei, amigo") fala: '...Lembre-se de deixá-la entrar debaixo de sua pele, e então começara a sentir-se melhor'. A mensagem subliminar é simples deixar entrar as "agulhas das seringas com drogas injetáveis" debaixo da pele e sentir-se melhor.

Dizem que o vídeo de Strawberry Fields Forever é muito estranho... Tirem suas próprias conclusões!
video

Larissa.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Le Petit Prince



Le Petit Prince - O Pequeno Príncipe- do francês Antoine de Saint-Exupéry, é o meu livro infantil preferido.
Não é necessariamente um livro para crianças... Mas um livro de criança para pessoas de todas as idades.
As lições de vida sobre quais o livro aborda, são para a vida toda.
O livro é terceira obra literária mais traduzida no mundo.
Existe também um filme e desenho animado.
Minha parte predileta do livro é o diálogo entre a Raposa e o Princepizinho.



As frases são bastante conhecidas. Destaco como as minhas preferidas:

"Só se vê bem com o coração. O essencial é invisivel aos olhos."
"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas."
"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar..."
"Foi o tempo que perdeste com tua rosa que a fez ser tão importante."
"Se tu vens às quatro da tarde,por exemplo, desde às três eu começarei a ser feliz."

Amo também a dedicatória do livro:

"Peço perdão às crianças por dedicar este livro a uma pessoa grande. Tenho um bom motivo: essa pessoa grande é o melhor amigo que possuo. Entretanto, tenho um outro motivo: essa pessoa grande é capaz de compreender todas as coisas, até mesmo os livros de crianças. Tenho ainda um terceiro: essa pessoa grande mora na França e ela tem fome e frio. Ela precisa de consolo. Se todos esses motivos não bastam, eu dedico então esse livro à criança que essa pessoa grande já foi. Todas as pessoas grandes foram um dia crianças - mas poucas se lembram disso. Corrijo, portanto, a dedicatória:
a Léon Werth, quando ele era criança."

Impossível não amar...!!


(The Little Prince é um filme musical de 1974 baseado no livro de Le petit prince escrito por Antoine de Saint Exupéry)

domingo, 5 de dezembro de 2010

Io amo Bologna..




Esse é o meu lugar preferido no mundo inteiro. Me apaixonei desde a primeira vez que vi uma foto.
Bologna, fica no norte da Itália.
Uma cidade com arquitetura medieval, linda e linda... Sonho conhecer e morar aí. Principalmente estudar na Università Di Bologna! (a universidade mais antiga do mundo)



Não precisa nem dizer muita coisa...

domingo, 14 de novembro de 2010

Best Covers

Oi!! Quanto tempo, não é mesmo??
Eu tinha decidido que só iria postar aqui novamente quando sentisse saudade e quando achasse que era o momento certo. Minhas postagens estavam virando rotina...E sinceramente? ODEIO ROTINA!
Só vou postar quando achar algo interessante pra falar... E acho que hoje tenho algo super interessante, principalmente pra quem adora música, assim como eu!!
Então, estava ouvindo agora um cover incrível e tive a ideia de mostrar a vocês meus covers preferidos. Vamos lá??


1- Use Somebody - Kings Of Leon
Quem não conhece essa música? E adora, claro!! Impossível não gostar dela, desse refrão chiclete e fofinho hahaha... Amo!!
Eu já ouvi pelo menos uns 8 covers diferentes dessa música... Mas o meu preferido, sem dúvidas, é o da Pixie Lott.
http://www.youtube.com/watch?v=y5o8L-Or0O4
Ela tem uma voz maravilhosa e ficou ótimo com a versão acústica que ela fez dessa música.

2- Sex On Fire- Kings Of Leon
Novamente essa banda! Mas agora é outra música... E a melhor versão ficou por conta de James Morrison.
http://www.youtube.com/watch?v=TcYVx_NALT4
A voz dele ficou muito boa pra música. A versão acústica ficou maravilhosa!!

3 - When You Were Young- The Killers
Essa é outra música bastante conhecida. Eu amo de paixão!!
O melhor cover, sem dúvidas, ficou por The Noisettes.
A voz da vocalista é perfeita!! Sério!! E além disso eles usaram cordas... LINDO!
http://www.youtube.com/watch?v=TcYVx_NALT4

4- Naive- The Kooks
Eu amo essa música. E acho que ela ficou ainda melhor na versão da Lily Allen.
http://www.youtube.com/watch?v=xQdXIkoQH9c&feature=related
A voz dela é tão doce!!!

5- Lose Yourself - Eminem
Essa música é maravilhosa. Mas pra quem não gosta muito de Eminem (loucos), The Script fez uma versão que eu particularmente adorei!
http://www.youtube.com/watch?v=Yiwqfx5Op2k&feature=related


6- Kids -MGMT

O cover que The Kooks fez dessa música ficou melhor do que a versão original.
http://www.youtube.com/watch?v=aBLT_Fxu6rk

7- Electric Feel - MGMT
Mais uma de MGMT. Katy Perry fez um cover dessa música que eu acho viciante.
http://www.youtube.com/watch?v=YSow6ePFxbw&feature=related

8- Poker Face- Lady Gaga
Muitos artistas ousaram cantar essa música. Apesar de não ser fã, ninguém pode negar que Lady Gaga canta MUITO.
Mas Chris Daughtry conseguiu fazer o melhor cover dessa música!!
http://www.youtube.com/watch?v=bqT4VnnEU0M


9- Love The Way You Lie- Eminem Feat. Rihanna

Sobre essa música, tenho dois covers que não poderia deixar de comentar.
O de Tyler Ward, uma versão acústica e ousada
http://www.youtube.com/watch?v=NUsWGNnqJ5U
Aliás, todos os covers dele são perfeitos!! Recomendo.
E o outro foi um que achei semana passada
http://www.youtube.com/watch?v=P7IAFqEIJvs&feature=related
Adorei!! A voz das duas são humilhantes e a sintonia ficou perfeita.
O rap cantado ficou SUPER!

10 - Breakeven - The Script
Essa é a minha música preferida. E claro, eu não poderia colocar qualquer cover dela aqui. Mas esse que a fofíssima Maddi Jane fez ficou perfeito!!!
http://www.youtube.com/watch?v=DrzGHgmG3y4

Bom, é isso! Espero que vocês tenha gostado!! Beijos! =***

sábado, 28 de agosto de 2010

Untitled

"Você sai por ai e bebe pra se divertir
Procurando alguns amigos onde você é ninguém
Faz besteiras por aí, só pra você pode rir
Procurando quem te entenda mas sem dar um passo além
Se te chamar de estranha, você tem que entender
É da sua natureza essa loucura é tão normal
Sabendo que é humano, você age como tal
Se mata pra viver, acha isso tudo natural

Eu e você somos insanos tão iguais
Vivendo onde pessoas julgam o mal
Quem é capaz
Mas é bom saber que sou louco sem viver
Que eu sou louco por viver


Você reza para estátuas e pede ajuda à elas
Se ajoelha implorando ajuda pra quem já morreu
Vê TV e lê revistas, gente rica, gente bela
Pra depois se deprimir se perguntando "Quem sou eu?"
Se me chamar de louco, vou te olhar e te dizer:
Se enxergue no espelho a tua loucura é tão igual
De poeta e de louco todos mundo tem um pouco
Se passa dos limites, isso é meu e não faz mal.
"



Eu já estava muito calada para o que as pessoas andam falando sobre mim... Sinceramente? Já estava estranhando! Pois não é da minha personalidade ouvir algo e não comentar sobre o mesmo, embora isso não me afete.
E realmente, não afeta.
Mas como eu geralmente possuo o dom da palavra, não o perderia nesse momento.
Não projetei frases, textos, coerências e concordâncias.
Tudo que estou digitando nesse momento, vem do meu íntimo, sem a necessidade de ensaios ou qualquer coisa do tipo.
Pra quem fala de mim, apenas um agradecimento.
Agradecimento de coração, sério.
Enquanto eu vivo, aproveito todos os segundos da minha vida, retiro da mesma tudo que ela tem pra me dar e sou feliz... Você perde o seu precioso tempo falando da minha pessoa.
Obrigada por tanta consideração, viu?? (Sem ironias)
Eu não consigo achar outra explicação para tal atitude.
Muito obrigada por todos os seus segundos jogados fora, por todas as frases que você pronunciou sobre mim mesmo sem saber a verdade, ou até sabendo...Enfim, você está sendo realmente muito importante na minha vida.
Todos nós precisamos disso, não é? De alguém que te dê estímulos para viver!
Não vou falar mais nada. Vou estar ausente por uns dias, meses, anos.
Não tenho dia certo para voltar, nem dia certo para partir.
São idas e vindas... E é assim que eu vou vivendo... =)))))))))))))

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

"O coração de uma mulher é um oceano de segredos."

"Ganhar aquela passagem foi a melhor coisa que já me aconteceu, pois ela me trouxe você."




Eu não tenho a menor dúvida quando digo que o melhor filme que já assisti foi Titanic com Leonardo Dicaprio e Kate Winslet.
Não pergunte-me o porquê de adorar um filme que já está pra lá de clichê.
Mas a verdade é que a história toda me encanta do início ao fim. Confesso que sinto medo e muitas vezes durante as cenas do naufrágio, fecho os olhos (sou hidrofóbica).
Mas as cenas românticas (embora eu não seja fã número um de romantismo) são todas muito lindas e principalmente, inesquecíveis!!
Toda pessoa, por mais vazia que seja, que já assistiu esse filme, não consegue esquecer a cena de Jack e Rose na ponta do navio com braços abertos (sempre tento imitar hahaha).

O mais interessante sobre todo o filme, é saber que o acidente com o navio realmente aconteceu. Embora a personagem de Rose DeWitt Bukkater seja fictícia, o decorrer do filme proporciona a ideia de que ela é um personagem real. E sei que existem muitas pessoas por aí que ainda acham que aquela "velhinha do Titanic" realmente sobreviveu ao naufrágio e que a história de amor realmente aconteceu. Fique sabendo que não!!
Eu tenho certeza que não preciso falar muito sobre o filme, creio que todo mundo já assistiu ou pelo menos viu alguma parte na sessão da tarde.
O que eu tenho a dizer é que eu não consigo cansar desse filme de maneira alguma... Ele continua sendo o meu preferido (apesar do meu medo e aversão ao mar) para sempre.

domingo, 8 de agosto de 2010

All we need is...

Preciso me conter...Estou um tanto pouco ansiosa com essa postagem. Talvez pelo fato de falar sobre algo que amo incondicionalmente ou pelo fato de ter mudado a minha vida.
Toda pessoa que se preze conhece pelo menos alguma música deles. Não é necessário ser fã e amar... Mas a questão é que mesmo depois de décadas, The Beatles continua sendo O clássico do Rock And Roll.

Não é exagero quando digo que The Beatles mudou minha vida. Através disso, conheci pessoas que hoje amo, vivi momentos inesquecíveis em NYC (tudo lá é Beatles) e criei laços ainda mais fortes com pessoas que convivia mas não tinha nada em comum.

(Eu no Strawberry Fields, Central Park)

É impossível conhecer e não gostar, saber das suas mensagens subliminares e não viciar nisso, escutar uma música do estilo "Yellow Submarine" e não ficar com ela martelando em sua cabeça.

Foi formada em Liverpool em 1960.
Seus membros eram John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr.

Eu não tenho como falar tudo sobre essa banda, até porque são muitas histórias, muitos enigmas e principalmente muitas dúvidas.
Mas prometo que vou tirar um dia só pra falar das mensagens subliminares (que realmente viciam).

Minha lista de músicas preferidas:
Here Comes The Sun, Hey Jude, All You Need Is Love, All My Loving, You've Got To Hide Your Love Away, Something, Yesterday, Across The Universe, Strawberry Fields Forever, Lucy In The Sky With Diamonds...........

sábado, 31 de julho de 2010

Remember the name.

"This is ten percent luck,
twenty percent skill,
fifteen percent concentrated power of will,
five percent pleasure, fifty percent pain,
and a hundred percent reason to remember the name!"


Eu poderia postar sobre milhares de coisas aqui, mas eu jamais, em hipótese alguma, poderia deixar de lado "ele": Michael Kenji Shinoda.
Lembro-me muito bem que, quando criança, adorava ver os clipes da Linkin Park e sempre achava lindo aquele homem que um dia estava tocando piano, outro cantando junto com o vocalista, outro tocando guitarra, mixando... Enfim, não é a toa que é o mentor daquilo tudo.
Fui criando um amor de fã incondicional... E quando eu digo incondicional, era porque era mesmo!!
Quem me conheceu entre o final de 2005 e 2006 sabe muito bem (isso dispensa comentários) como eu manifestava todo o meu amor por uma banda.
Tanto amor, gerou um apelido que até hoje está comigo e de forma alguma eu consigo largar (para os incomodados, não adianta. É MEGA meu!).
O sobrenome de Mike passou a ser o meu também.

(Mike em apresentação com o Linkin Park)

Falando agora um pouco dele...Mike nasceu na Califórnia no dia 11 de fevereiro de 1977.
Além de trabalhar na banda Linkin Park como rapper, guitarrista, compositor e cantor, tem um projeto paralelo, o Fort Minor e faz projetos artísticos também.
A música mais conhecida do Fort Minor com certeza é "Where'd You Go?".
Mas eu também recomendo "Remember The Name" e "Believe Me".
Eu adoro a versão feita por ele da música "Enjoy The Silence" do Depeche Mode.
Ele transformou a baladinha anos 80 num estilo mais puxado para o Rock and Roll com algo do Hip Hop (Beeem LP mesmo!!).

Se por acaso você for daqueles que não gostam do estilo musical do Mike, pode optar pelas suas pinturas, que sinceramente, são interessantíssimas!!


(Mike e uma de suas pinturas)

sexta-feira, 30 de julho de 2010

I feel stupid and contagious...

"Hello, hello, hello, hello, how low?"


Eu tenho um ídolo: Kurt Cobain.
Perdi as contas de quantas vezes fico pesquisando frases, imagens e lendo a biografia dele.
Acho tudo tão interessante, a vida, o casamento, a morte... Tudo!!
Sem contar que ele é de longe o vocalista mais sexy de todos os tempos (detalhe que eu não poderia deixar de lado).
Eu me identifico muito com Cobain, com algumas coisas que o mesmo viveu, sentiu, pensou...
Afinal, Kurt diz que odeia coisas óbvias, porque é óbvio e não divertido. E eu concordo plenamente e tenho isso pra minha vida.

"Se meus olhos mostrassem a minha alma, todos, ao me verem sorrir, chorariam comigo..."

"Prefiro ser odiado por ser quem sou do que ser amado por ser quem eu não sou."

"Sabe viver aquele que vive entre o sonho e a realidade."

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Cupcake



Quando voltei a postar nesse blog, tinha em mente falar sobre coisas que gosto, que me fazem bem e que fazem parte da minha vida.
Eu também tinha em mente a ideia de que eu jamais deixaria de falar sobre algo que eu gosto por parecer fútil ou qualquer coisa do tipo.
Uns dois anos atrás, li um livro que simplesmente marcou minha vida.
Ele não era livro de auto ajuda nem muito menos possuía alguma moral.
Mas os dias que passei lendo, me encantei completamente.
Sabe aqueles livros que você começa a ler e não consegue parar? Pronto.



Pão-de-Mel(Cupcake), de Rachel Cohn, foi o último livro para adolescentes que li.
Acho que fechei essa fase da minha vida com chave de ouro. Não poderia ter escolhido livro melhor.
Cyd Charisse tem um pouco da minha personalidade... Ela não faz questão de ser ela mesma independente da situação.

"Cyd Charisse é uma 'arruaceira em recuperação', segundo seu padrasto. Foi expulsa do colégio interno onde estudava, adora fugir de casa para ficar com o namorado e ensinar palavrões para sua irmãzinha. Até que Cyd é despachada para Nova York, onde ficará com o pai biológico, que ela mal conhece. Se adaptar a uma nova cidade e sua 'nova' família será muito mais difícil do que Cyd Charisse imaginava, mas ela pode também descobrir que nem tudo é o que parece."

Cupcake foi de longe um dos melhores livros que já li!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

There's no me without her.

São exatos quinze anos.
Não de convivência, nem de companheirismo... Mas quinze anos desde que nos conhecemos.
Passamos cinco anos sem nos comunicar, sem afeto, sem lembranças e muito menos sem convivência.
A vida foi boa comigo quando fez com que outra vida se juntasse a minha, assim sendo uma só.
Falar dela, falar de mim, falar de nós é uma tarefa difícil.
Difícil pelo fato de não conseguir exprimir em poucas frases a importância de uma pessoa.
Gabi, Gapinha, Princesa Pinha, Gabicuxi, Gabilicious, Ana Gabriela...
Tantos apelidos para um só ser, para uma só pessoa, para um só coração.


A vida nos fez amigas... O amor nos tornou irmãs.
E hoje eu consigo enxergar sem a ajuda de qualquer outra pessoa o quanto a presença, o carinho, a admiração e a dedicação me fazem ser uma pessoa melhor.
Passamos por muitos momentos... Vivemos constantemente entre altos e baixos.
Quando estamos juntas, somos uma só. Chegamos a ser tão carne e unha que incomodamos.

Passei um ano sem a mesma, um ano pouco proveitoso.
Quem iria me acolher quando eu precisasse? Quem iria fazer de mim irmã mesmo não tendo o mesmo sangue que eu? Quem, por obséquio, iria entender minhas crises, meus enigmas e minhas vontades repentinas?


Eu só tenho a agradecer. Agradecer por tê-la, por amá-la, por ser amada.
Agradecer porque somos uma só, somos parte de um todo, somos um todo e somos tudo!
Eu amo a melhor amiga que eu tenho. E eu amo ter a melhor amiga do mundo!!


"There's no me without you..."

sábado, 10 de julho de 2010

Where Dreams Come True...



Exatamente um ano.
É completamente impossível lembrar e não sentir saudade... Lembrar e não desejar viver tudo de novo, todos os momentos...Aproveitar mais uns, abstrair outros...
Eu lembrei dessa viagem praticamente todos os dias desde que voltei... Mas agora, está sendo inevitável não lembrar.
Em saber que minhas amigas estão lá agora, vivendo tudo que eu já vivi... Como eu queria voltar!!
Quando estamos lá, seja na Disney, NY ou Cruzeiro... Tudo é MUITO intenso. É tão intenso que ficamos vulneráveis demais.
E por ser tão cansativo, por existir tantos atritos, muitas vezes deixamos momentos que poderiam ser tão prazerosos de lado.
Nesse momento, fiz questão de escutar a música que mais tenho agonia de escutar... Talvez por ser tão enjoativa ou até por mesmo por ela me lembrar momentos que desejaria viver novamente. "Halo" é a música do meu quarto.
Lembro como se fosse ontem, e realmente, foi ontem (há um ano atrás)...
Eu, Mandy, Kari e Aninha entrando no quarto da Disney, ansiosas para entrar no quarto 3448, com nossos cartõezinhos (que hoje estão na minha carteira) e com o nosso nome escrito.

(AMO VOCÊS!!)

Assim que chegamos, aquele sonho... Pulamos na cama, jogamos as malas, fomos olhar o banheiro eee... Ligamos a tv... "Radio Disney", tocando "Halo".
Lembro-me de Kari dizendo "Lari, essa vai ser a música do nosso quarto".
E foi, é, sempre será...
Eu me aproximei de pessoas que mudaram a minha vida, que eu simplesmente não conhecia, mesmo morando na mesma cidade, estudando no mesmo colégio... Mas por ironia do destino, conheci lá, amei lá e amo aqui.
Cessem essas lágrimas, por favor!!!
Já estou sentindo muita falta... De olhar aquela blusa no meu guarda roupa... Aquela blusa que eu odiava usar, não aguentava mais... Hoje, tenho tanta saudade de usá-la todos os dias e por obrigação...
Saudade dos guias (Ed, Shrek... Saudade de vocês!)
Saudade do meu grupo (AÊÊÊ Verdão!!)

Saudade de encontrar com os outros grupos, de cantar o hino da Mirella (Galera da Mirella, qual é sua missão? hahaha)
Saudade de TUDO! Tudo!
Saudade até mesmo de passar horas e horas em filas de brinquedos... Saudade do calor imoral, dos lábios ressecados (hehehe, brincadeira)!
Saudade das compras!!!!!!!!!!!!!!
Saudade de tudo!! Quero TUDO de novo!
Enfim... O que acontece na Disney, fica na Disney ( e no coração também)!


quarta-feira, 7 de julho de 2010

Away...

Vivemos em uma constante inversão de valores.
As pessoas boas, que desejam impactar o mundo com o melhor que possuem, são raras.
Enquanto aquelas que só oferecem às pessoas inveja, hipocrisia, malícia são a maioria.
Deveria ser o contrário.

Eu nunca implorei afeto de ninguém. Não mudei minha forma de ser para agradar quem quer que fosse. Também não forcei simpatia para atrair pessoas. Falo alto, sento de pernas abertas mesmo estando de saia, não como devagar, falo palavrão, tiro brincadeira e não sou meiga.
Muitas vezes chego a ser taxada como 'louca'.

Sinceramente? Eu tenho tanta coisa pra falar nesse momento, tanta coisa engasgada, na ponta da língua...Mas simplesmente, não tenho o dom da palavra.
Não sei se é porque tudo isso me faz pensar, odiar e amar a vida ao mesmo tempo, refletir e querer fugir...

Querer fugir... Pronto, é isso.
Eu simplesmente queria fugir. Não dos meus problemas... Mas dessa cidade, desse estado. Queria fugir desses ciclos, dessas rotinas, das pessoas que simplesmente não enxergam mais além. Daquelas que adotam o óbvio como uma forma de viver, que não acreditam em utopias.
Não, eu não vivo de aparências, como muita gente pensa. Eu vivo o meu mundo, independente de muita coisa. Eu não quero julgar ninguém, não tenho esse poder, não tenho esse direito e muito menos essa vontade. Mas cada pessoa enxerga o mundo por um ângulo diferente.
Eu sempre imagino que eu to vivendo um filme, que vai ter um final feliz, que eu vou ser a pessoa mais feliz do mundo para sempre.
Mas a diferença entre a minha vida e um filme é clara: não é um roteirista que irá dizer o que vai acontecer, é o destino.
E eu acredito muito no destino. Eu sempre achei que nada, NADA é por acaso. Você não está aqui, vivendo, respirando, almejando por acaso.
Você não é mais um... Pelo menos faça por onde não ser.

"Confiança é que nem virgindade, só se perde uma vez."
E é verdade. Eu já perdi a confiança em muita gente e sei que várias pessoas também já perderam a delas por mim.
É a lei da vida, tudo que vai, volta.

Cada dia é um novo dia, cada hora é uma nova hora. Nada jamais irá se repetir, porque simplesmente você não é dono da sua vida, você apenas vive a sua vida.
Já parou pra pensar nisso?
Você não controla o que pode acontecer, não consegue dominar o amor e muito menos saber de quem vai gostar.

Eu sou uma errada. Eu vivo sem regras, eu não busco perfeição... Somente pelo fato de saber que nunca vou conseguir obter.

Eu aprendi que não preciso e nem devo esperar nada de ninguém.
"A gente espera do mundo, o mundo espera de nós."
Eu quero fugir das rotinas!!!!!!!!!!
Não quero ter hora pra tudo! QUERO LIBERDADE!
Muito além disso.

Não vou deixar de fazer o que eu quero, o que sonho, o que desejo pensando no que as pessoas vão pensar sobre mim. EU JAMAIS VOU AGRADAR TODO MUNDO!
Se Jesus Cristo veio a terra e não agradou todos, quem sou eu para agradar?

Não preciso falar mais nada, não preciso expor mais nada.
Apenas ter comigo mesma... Tudo passa, tudo sempre mudará... Nada, nada será igual para sempre.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

I (heart) 80s


Existe uma década que embora eu não tenha vivido, sempre fui apaixonada.
Não sei se foi pelo fato de crescer ouvindo as músicas, assistir os filmes ou ouvir meu pai comentar...Eu amooooooooo os anos 80!
Amooo aquelas cores, as músicas, as baladinhas, as roupas, os programas de televisão, os filmes... Imagino a década de 1980 como uma década feliz!!


Um dos meus filmes preferidos é "Curtindo a Vida Adoidado", com Matthew Broderick.
Eu adoro a história e meu sonho é viver tão sem regras quanto Ferris Bueller.

Adoro o rock anos 80. Nacional principalmente.
Minha cantora preferida é Cyndi Lauper (Lady Gaga dos anos 80 hehehe).
Eu tenho certeza que todo mundo já escutou a música dela "OH, Girls just wanna have fun!!"
Eu também amo Information Society, A-ha, New Order, U2, Alphaville, Bon Jovi, B´52, Depeche Mode, Pet Shop Boys...
E as nacionais: Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso, Titãs, Ultraje a Rigor, Legião Urbana, Engenheiros do Hawaii, IRA!, Kid Abelha, Capital Inicial, Nenhum de Nós, Biquini Cavadão (A MELHOR)...
Enfim, rock nacional como nos anos 80, nunca mais se viu igual!

domingo, 4 de julho de 2010

Sempre ao Seu Lado

Eu sempre valorizei detalhes. Costumo prestar atenção nas pequenas coisas que geralmente são despercebidas.
Quando estou à caminho da escola, escutando música, vou observando tudo à minha volta. Penso, penso, penso... E sinceramente? Acho maravilhoso passar exatos 30 minutos dentro de um transporte escolar.
A melhor sensação que tenho é quando escuto uma música e estou passando no mesmo lugar que a escutei no dia anterior.
Depois, quando retorno àquele mesmo lugar, recordo-me dele e da canção que estava ouvindo. Minha vida passa a ter trilha sonora.
Meu pai insiste em dizer que sou lúcida demais. Concordo.

Eu cresci em uma família onde nunca existiram regras. Nós nunca tivemos hora pra comer juntos, hora pra dormir ou até mesmo pra acordar.
Sempre tive muita liberdade em todas as minhas escolhas.
E sinceramente? Não troco minha família por nada!
Eu posso não ter muito materialmente, mas todo o amor que possuo me faz ser a pessoa mais completa do universo.

Algo demasiadamente importante para mim é a minha relação com meu pai. Porque além de pai e filha, somos amigos.
É comum eu receber uma ligação dele "Ei, tais afim de ir ao cinema?".
Eu troco tudo para estar com ele. Porque apesar de todos os poréns, se existe algo inseperável e eterno são nossos laços.
Hoje, assisti um filme com ele. "Sempre ao Seu Lado".
Não quero falar muito sobre o filme...Mas preciso dizer o quanto ele me fez bem.
Teve um momento que eu olhei para o meu paizão e ele estava chorando, feito criança. Não aguentei, chorei também.
E isso só me fez ver que acima de tudo, existe algo dentro de nós que é sincero: nossos sentimentos.
Eu não sei nem muito o que falar, mas preciso falar... Preciso falar que sou feliz e grata demais! Apenas por viver, por conhecer as pessoas que conheço, por amar as pessoas que amo.


Um cão esperou por seu falecido dono por 10 anos. Isso só prova que devemos ser fieis as pessoas que amamos... E jamais esquecermos delas!

sábado, 3 de julho de 2010

Clarice por Clarice


Ultimamente, uma das coisas que estão ocupando minha mente e fazendo um bem imenso para a mesma são as postagens que faço nesse blog.
Desde que o criei, um ano atrás, pensei no propósito de fazê-lo. Eu queria um espaço onde eu tivesse a liberdade de dizer o que penso quando eu bem entender e da forma que eu quiser.
Às vezes vejo situações das quais eu não pertenço, mas por me afetarem tanto psicologicamente, faço delas as minhas.
Eu fico demasiadamente feliz por poder expor os livros que leio, as pessoas que admiro, as músicas que escuto, os meus pensamentos para várias pessoas.
E diante das coisas que eu mais amo na vida, eu JAMAIS poderia deixar de falar do meu poço de inspiração. Prazer, Clarice Lispector!
Eu sei que muita gente já sabe que eu a amo, que leio suas obras, admiro-a como literata, pessoa e acima de tudo como uma mulher batalhadora e inteligente.

Clarice dispensa minhas apresentações. Acho pouco válido falar sobre as origens da mesma e suas obras até porque todas as pessoas deveriam conhecê-la.
Meu propósito é mostrá-la como a escritora que mudou a minha vida.


Quando li "Perto do Coração Selvagem" percebi que Clarice era tão lúcida, impulsiva e misteriosa como eu.
Muitas vezes busquei definir-me tal como pessoa e não consegui. Clarice e eu odiamos todo tipo de auto-descrição.
“Sou tão misteriosa que não me entendo.”


Site Oficial:
www.claricelispector.com.br


"O que sou então? Sou uma pessoa que tem um coração que por vezes percebe, sou uma pessoa que pretendeu pôr em palavras um mundo ininteligível e um mundo impalpável. Sobretudo uma pessoa cujo coração bate de alegria levíssima quando consegue em uma frase dizer alguma coisa sobre a vida humana ou animal.”